Depoimentos cacheados: Da progressiva ao BC

4285 Views 6 Comments

Primeiro, ó: pras meninas que não sabem o que é BC (Big Chop), a gente tem um Glossário Cacheado que pode ajudar bastante. 😀

A primeira vez que fiz um BC não foi legal. O corte fez com que ele crescesse no estilo palhaço Bozo e, pra completar, as pessoas enchiam o saco (é, as pessoas sabem encher o saco quando o assunto é cabelo). “Por que você não alisa?” foi a pergunta que mais ouvi durante o ano de 2008. Eu era novinha, sucumbi à pressão e dei amônia. A amônia, quando dada de modo a só soltar os cachinhos, não fica tão ruim assim. Mas o problema é a continuidade da aplicação – quanto mais vezes você dá amônia no cabelo, mais ele alisa seu cabelo, até que não reste nada dos cachos. Não tenho fotos do primeiro BC, mas tenho fotos da primeira amônia que dei pós BC, em 2008/2009. eu_2009

(Muito amor pelo muffin de blueberry do Starbucks)

Aos poucos, o cabelo foi esbagaçando. Começou a ficar sem jeito e eu já não sabia mais o que fazer. E ainda por cima decidi ficar ruiva, o que foi o fim da picada para os meus cachos. Quando dei por mim, meu cabelo já estava mais ondulado que cacheado. E aí fiz o primeiro selante. De primeira não ficou muito ruim. De primeira. rs

eu2012

O maior problema é quando a gente troca o tempo todo de salão. Cada um aplica os produtos do jeito que acha certo, e faz as coisas com intensidades diferentes. Depois desse selante, arranjei um corte químico pro meu cabelo, não sei em que salão. Aí começou a bagaceira. Ficou horroroso, seco, caía muito (a ponto de eu achar que estava com algum problema hormonal), não cacheava nem ficava liso. E o que que a gente faz quando vê uma coisa dessas? Taca progressiva. Errado, muito errado.

quasesemcacho

Quase sem cacho tentando arrumar o cabelo depois do corte químico…

progre

…caí na progressiva.

E claro que, na primeira progressiva, tava tudo lindo. O problema é depois. FIQUEI LÔRA. E por culpa da danada da progressiva.

lora

Nessa fase meu cabelo começou a cair geral. Mesmo. De verdade. E eu passei a me perguntar se valia a pena estar de um em um mês dando um treco pra esticar meu cabelo durante quase CINCO HORAS de salão. Passei a assistir vídeos de meninas que usam texturização no cabelo e descobri a transição. Não foi fácil, hein. Primeiro cortei só até o ombro.

cortei

E passei a usar texturização.

cachos

Eu com Bigudinhos circulares.

Aí, em setembro desse ano, sentei para olhar minhas fotos antigas e me deu saudade de meu cabelo. De ver cachos, de ter menos trabalho, de não ver tanto cabelo espalhado pelo chão ou no meu travesseiro (sério). Sabia que não podia continuar com aquele cabelo metade-metade. Que tinha que tomar uma providência. Foi então que vi dois vídeos no Youtube: conheci a Shamelessmaya (que adoro) e o vídeo em que a Amanda Barboza corta o próprio cabelo.

E foi tudo o que eu precisava ver pra tomar coragem.

Peguei a tesoura e cortei o primeiro pedacinho, pequenininho. Vi o cacho se formar na hora, nem estava tão curto assim. Aí cortei outro. E outro. E outro. Até que um lado inteiro do meu cabelo estivesse cortado. Foi quando entrei em pânico. “CARAMBA, NÃO DÁ MAIS PRA VOLTAR  ATRÁS!”. E um monte de perguntas vieram à minha cabeça. “E se ninguém gostar, e se tirarem sarro de minha cara, e se deixarem de gostar de mim, e se, e se, e se…”.

A essa hora eu já estava chorando no sofá. Levantei, fui até a frente do espelho, peguei o bolo de cabelo que faltava e cortei. “Agora vou ter que continuar”, disse pro meu marido. A medida que fui terminando me animei: estava ficando lindo! Estranhei horrores assim que acabei de cortar, mas lavei e hidratei o cabelo e, logo, não sabia mais quem era a pessoa que estava com aqueles cabelos lisos.

yo

Ele cresceu rápido, e em um mês já estava assim:

yo2

Meninas, eu aviso: há um momento depois do BC, quando o cabelo está crescendo, em que vocês podem até questionar a existência na terra (haha). Ele não fica nem alto nem baixo, nem grande nem pequeno, nem cacheado nem black. O meu, que é 3b, passo umas três ou quadro semanas torno e desajeitado. Com três meses de corte (quase quatro), ele já está assim:

eu_3meses

Aprendi a hidratar, pentear, cuidar dele. E o mais importante: descobri que ele sou eu, e vice-versa. Estou esperando crescer sim, só que agora tenho muito mais paciência e estou curtindo muito meu cabelo assim, cacheadinho, como nos velhos tempos. 😉

assinatura_lila

6 Comments
  • Adriane Guerreiro

    Responder

    Que linda. Ameeii

    http://www.livinganamericanlife.blogspot.com

  • Pollyana Costa

    Responder

    nossa !
    Adorei sua historia…
    Primeiro você é linda! Qualquer cabelo fica linda… Ms os cachos naturais estão lindos! Combinou muito com você!
    Estou a 6 meses em transição, pensando em corta, ms penso em tanta coisa, ai desanimo, faço texturização com coquinhos e ando com ele preso quando não está com texturização… e vou vivendo! aff

    • Maiara Fernandes

      Pollyana, concordo com você, a nossa editora é linda mesmo, mas assim como muita de nós, ela já não estava feliz com os cabelos alisados e quis voltar aos cachos. Não é tarefa fácil, mas você vai ver que o tempo passa rápido e o cabelo cresce. Não desanima não! Eu sei que bate o desespero ás vezes, dá vontade de voltar a alisar (não conheço seu cabelo, mas falo por experiência própria). Mas vai acompanhando o Presença, criando penteados, hidratando, seguindo o cronograma, fazendo texturas…enfim, é o tempo que aprendemos a cuidar dos nosso cabelos. Já já o tempo passa e você ta aí com o cabelão cacheado. Bjs Flor! E nada de desânimo, viu?

    • Cacheadas

      Que legal que curtiu meu cabelo novo, Pollyana! 😀 Fico muito feliz. Fiz texturização um tempo, mas teve uma hora que não vi mais jeito – tive que cortar. Agora ele já está bastante crescido, e estou deixando crescer sem alisar. Dá trabalho, mas eu adoro! 😀

      Beijo
      Lila

  • Erika

    Responder

    Arrasou.. uhuhuuh

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.