Depoimentos cacheados: seguidora de Presença, de Moçambique, mostra seu big chop e conta a sua história capilar

1317 Views 0 Comment

Olá meninas !

Esta semana recebemos o depoimento de uma das nossas seguidoras, Jéssica Poitevin Tajú.  Ela nos acompanha de Moçambique e escreveu a história do seu cabelo e a inspiração de passar pela transformação do big chop  e da transição capilar. Bom, com certeza uma história deliciosa. Dá vontade de cortar o cabelo também. Dá pra sentir satisfação dela em aguardar o crescimento dos fios. O Esta história  com certeza vai incentivar muita gente que não sabem nem por onde começar.  Acompanhem na íntegra o depoimento:

 

Ola, sou Jéssica Poitevin Tajú, de Maputo, Mocambique. Envio algumas fotos minhas do meu big-chop desde Marco de 2014, caso alguma menina queira se inspirar!

Bem, antes eu tinha o cabelo alisado, em 1996/7. Em 2001 cortei o cabelo todo (porque nesse ano, fiz o meu primeiro big-chop, mas não tinha tomado a decisão de deixar o cabelo natural, era só mesmo para cortar.  Um ano depois, já tinha passado a química de novo nos fios, ateeee  dezembro de 2014. O meu cabelo alisado era um H-O-R-R-O-R! Confesso que só retocava a química na raiz, lavava uma vez por semana (shampoo e condicionador) e ainda umas gotas de reparador para pontas e mais nada.

Cronograma capilar, hidratações, nutrições, umectações, truques e dicas para tratar do cabelo, tipos e mascaras, não fazia a mínima ideia disso! Meu cabelo só caia, quando penteava, quando escovava, quando lavava e penteava com o condicionador, o ralo da banheiro ficava cheio de cabelo em todas as lavagens.  Depois parou de crescer completamente, o cabelo só crescia até ao pescoço (como mostra a foto em que estou com o cabelo escovado). A raiz crescia normalmente, depois de 3 semanas de aplicação da química já sentia a raiz, mas o comprimento do cabelo era sempre o mesmo, porque ele sempre partia e caia.

10339120_10203616777681334_1189623104_n

Um certo dia, resolvi pesquisar mais sobre cabelos não alisados, “naturais”, entrei em vários blogs brasileiros, inclusive no Presença Cacheada, vários canais de meninas brasileiras, e vi a imensidão de dicas e tratamentos que elas ensinam e fiquei fascinada *.*. Nesse mesmo dia decidi que não iria mais alisar o cabelo (isso foi em Dezembro de 2014). Até Marco de 2014 (precisamente no dia 06) continuei a ver moooontes de dicas, a ler, a informar-me sobre muitas coisas, tipos de mascaras, o que era o cronograma, tipos de cabelos, etc, etc, e nesse mesmo dia, já cansada de sentir as duas texturas diferentes no meu cabelo, fui ao banheiro, em casa mesmo, peguei numa tesoura e comecei a cortar, sem medo nenhum, e com muita vontade de libertar e dar vida ao meu cabelo natural. Quando acabei de cortar, fiquei admirada ehehehe mas não me arrependi e até hoje estou bastante contente com a decisão firme que tomei! Apanhei todo de mundo de surpresa, não avisei ninguém que ia cortar, só cortei e pronto!

10363443_10203616777801337_964972411_n
Hoje, o meu cabelinho já está com 2 meses ^^ e está um bem maior do que nas fotos do big-chop, consigo perceber que tenho a mistura de todos 4 (a,b,c). Com toda a informação sobre como tratar e manusear o cabelo crespo, hoje trato ele com muito amor, cuidado e carinho adoro os meus mini caracóis, e adoro ele assim curtinho, porque não dá trabalho nenhum.  Sigo o cronograma capilar, faço umectações uma vez por semana e sinto-me bastante bem assim! Outro visual, outra cara, outra maneira de pensar, nova atitude, é tudo uma novidade!! Estou a adorar! E estou suuuuuper ansiosa pra ele crescer e poder fazer penteados.  Agora já consigo por uma faixa, fazer um mini-afro-puff e por grampos.

Beijos, espero ter inspirado as meninas que ainda tem medo ou estão em dúvida se devem ou não fazer o big chop.

 

 

 

 

0 Comments

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.