História Cruzadas – 5 Indicações ao Globo de Ouro

1463 Views 0 Comment

Deprecated: class-oembed.php está obsoleto desde a versão 5.3.0! Use wp-includes/class-wp-oembed.php em seu lugar. in /home/presencacacheada/www/wp-includes/functions.php on line 5401

Notice: Undefined property: stdClass::$height in /home/presencacacheada/www/wp-content/plugins/embedplus-for-wordpress/embedplus.php on line 251

História Cruzadas

Nem sempre a gente está afim de badalar, né? Tem horas que a gente tem mesmo é vontade de ficar em casa, relaxar e descansar, então que tal uma dica de filme para o final de semana?

Recomendo para vocês o filme “Vidas Cruzadas”, comecei a assistir e fiquei presa ao filme de tal maneira que não levantei pra nada, nem pra ir no banheiro (rsrsr). Sabe aquele filme que te emociona de verdade? Chorei, ri de gargalhar e por alguns momentos me coloquei no lugar dos personagens do filme, uma hora me via como a jornalista Eugenia Skeeter, interpretada no filme pela atriz Emma Stone e em muitos momentos senti na minha pele o preconceito vivido pelas empregadas domésticas interpretadas pelas atrizes Viola Davis e Octavia Spencer.

Chega de blá blá e vamos ao resumo do filme!

Baseado no livro A Resposta, publicado aqui no brasil pela editora Bertrand Brasil, o filme narra a produção de uma obra pelo ponto de vista das empregadas domésticas do anos 60. Mulheres negras de baixa renda e moradoras de subúrbio, que sofriam discriminação tanto no ambiente de trabalho quanto na sociedade em geral. Não havia limites para o preconceito, as empregada eram proibidas de utilizarem os mesmos sanitários que os brancos, de acordo com elas as negras tinha bactérias (uma das cenas mais fortes do filme). Como trabalhadoras, elas tinham obrigação de manter as casas das mulheres brancas, limpas, seguras e fartas em comida, além de cuidar de suas crianças –  isso enquanto tinham várias em casa precisando também de cuidado. E mesmo com tanta dedicação a relação entre patroa e empregada era meramente trabalhista, não existia afeto que dirás gratidão.

 

THE HELP

A história que  se passa na pequena comunidade de Jackson, no Mississippi só começa a tomar um rumo diferente quando Eugenia Skeeter ( Emma Stone ) retorna a sua cidade natal. A jovem jornalista se depara com várias situações de racismo, desumanidade e preconceito. Indignada, ela se aproxima da empregada de uma de suas amigas para receber ajuda com uma coluna doméstica de um jornal, tendo logo depois a ideia de escrever um livro do ponto de vista dessas reprimidas mulheres há muito tempo discriminadas. O objetivo do livro era divulgar todas as injustiças que as donas de casa faziam com suas domésticas que por vezes trabalhavam anos em suas famílias. Ao longo do filme, conhecemos mais da vida das domésticas e de escândalos que acontecem em seu trabalho. As que chamam mais a atenção são as personagens Aibileen ( Viola Davis ) e Minny ( Octavia Spencer ).

foto-histc3b3rias-cruzadas-skeeter

O título do filme é fiel ao roteiro, pois são histórias cruzadas de várias patroas e diferentes empregadas  unidas para conseguir driblar o preconceito e os maus tratos.

foto-historias-cruzadas-minny-e-aibileenjpg

O filme apesar de ser muito comovente tem bastante cenas que nos levam a gargalhar. Com todo sofrimento vivido pelas empregadas elas conseguem ser irônicas, divertidas e vingativas.

foto-histc3b3rias-cruzadas-minny-e-celia

Em Histórias Cruzadas  encontrei diversos sentimentos, dor, raiva, rancor, alegria e até mesmo, liberdade. Esse filme me ensinou que pra tudo na vida tem um jeito, as vezes é preciso arriscar e não ter medo de sair da suposta zona de conforto.

Assistam o trailer:

Espero que gostem e até a próxima dica!

 

Título no Brasil: Histórias Cruzadas

Título Original: The Help

País de Origem: EUA / Índia / Emiratos Árabes Unidos

Gênero: Drama

Tempo de Duração: 146 minutos

Ano de Lançamento: 2011

Estúdio/Distrib: Walt Disney Pictures

Direção: Tate Taylor

 

assinatura andreia

0 Comments

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.