Documentário ‘MOKAMBO’ entra em cartaz em Salvador; filme retrata influência da cultura Bantu no Brasil

715 Views 0 Comment

A obra foi inspirada no Terreiro Mokambo, de nação Congo/Angola, tombado em 2016 em Salvador. Sob o comando do sacerdote Taata Anselmo Santos Minatojy, o Terreiro abriga o espaço museológico Memorial Kisimbiê – Águas do Saber, premiado pelo IPHAN como espaço de Visibilidade e Manutenção da Tradição Bantu no Brasil.

O documentário, que tem 52 minutos, foi idealizado e dirigido pela cineasta Soraya Públio Mesquita, que assina o roteiro em co-autoria com Edson Felloni Borges, atual secretário de Cultura de Feira de Santana. A realização é da DPE Produções, com produção executiva de Mauricio Xavier.

O filme mostra com riqueza de detalhes as imagens do Brasil e da África, a vasta herança cultural trazida pelos povos de origem Bantu (maior número de escravizados no Brasil entre os séculos XVI e XVIII).

Estas tradições deram origem à capoeira, ao samba, ao maracatu, ao maculelê entre outras manifestações culturais; aos quilombos, à culinária com dendê, às irmandades religiosas, ao candomblé, além de exercer uma grande influência na língua que falamos, que tanto nos diferencia do modo de falar nas outras nações de língua portuguesa.

Além dela, o filme mostra depoimentos do Doutor em Antropologia Ordep Serra, da Doutora em História Vanda Machado e da Etnomusicóloga alemã radicada na Bahia, Katharina Doring [que colaborou na tese de tombamento do samba].

Os músicos Mateus Aleluia (Ex-Ticoãs), Tonho Matéria, Rá Nascimento, Jorge Magalhães e o maestro Ubiratan Marques da Orquestra Afrosinfônica também participam do documentário.

O filme também conta com o artista plástico Bel Borba, que costura o filme confeccionando uma obra de arte em homenagem à forja do ferro, uma atividade trazida para o Brasil pelos povos Bantu.

Serviço

Documentário Mokambo

Onde: Saladearte Cinema do Museu (Corredor da Vitória)

Quando: de 29/11 à 05/12

Hora: Sessão das 19h10

Valor: R$20,00 (inteira), R$10,00 (meia)

0 Comments

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.